Triglicerídeos Baixo

Os triglicerídeos ou triglicérides, são as principais gorduras do corpo humano, obtidas pela alimentação ou pela produção do fígado. Servem para armazenar energias no organismo. Os valores ideais de triglicerídeos devem estar abaixo de 150 mg/dl. Os triglicerídeos alto (acima de 150 mg/dl) ou muito baixo (menor que 35 mg/dl) podem trazer diversos riscos a saúde do paciente.

Garfo do lado direito do coração e faca e colher do lado esquerdo. Todos em desenho vermelho.

Os altos níveis de triglicerídeos no corpo podem causar diversas doenças cardiovasculares, obesidade, pancreatite e esteatose hepática. Os triglicerídeos alto não apresentam sintomas, portanto é necessário realizar exames para descobrir se há algo de errado.

Os baixos níveis de triglicerídeos (inferiores a 35 mg/dl) no sangue significa que o organismo não recebeu a quantidade de energia suficiente para desempenhar suas funções, podendo causar distúrbios hormonais e alterações na tireoide. Como o corpo não está recebendo a energia necessária para o seu funcionamento, órgãos vitais (coração, cérebro e rins) podem ser afetados, aumentando o risco de morte.

Causas

  • Má alimentação (dieta pobre em calorias);
  • Excesso de exercício físico;
  • Síndrome de absorção inadequada (má absorção e digestão de nutrientes, diversas doenças e condições podem causá-la, como câncer, doença hepática crônica, algumas cirurgias e radioterapias);
  • Desnutrição (possui diversas causas, como câncer, anemia e consumo excessivo de álcool);
  • Hipertireoidismo (excesso de produção de hormônio da tireoide);
  • Uso de alguns medicamentos (gemfibrozil, ácido nicotinico, estatinas, fenofibrato e ácido ascórbico).

Sintomas de Triglicerídeos baixo

Geralmente os sintomas não são comuns, mas existem alguns sintomas que podem aparecer:

  • Perda de massa muscular (principal sintoma, pois a falta de triglicerídeos no corpo faz com que ele use as reservas existentes, causando diminuição da massa muscular);
  • Inflamação da retina;
  • Distúrbios neurológicos;
  • Má absorção de lipídios.

Tratamento

Os níveis de triglicerídeos podem ser aumentados com o tratamento médico, além de uma alimentação saudável.

Dicas para ter uma Dieta Saudável

  • Beber entre 1,5 e 2 litros de água por dia;
  • Comer em intervalos de três horas;
  • Tomar um bom café da manhã (com suco de laranja, pão francês e queijo minas);
  • Comer legumes e verduras junto as refeições principais (almoço e janta);
  • Comer de 3 a 5 porções de frutas diariamente;
  • Evitar adicionar açúcar, sal e gorduras nos alimentos;
  • Preferir proteínas de origem vegetal e carnes magras;
  • Evitar o consumo de frituras;
  • Ter uma alimentação variada (variando entre carnes, frango e peixes e entre legumes e verduras).

Cardápio de Dieta para Engordar

Dia 1

Café da manhã: sanduíche integral de queijo e ovo + 1 copo de café c/leite.

Lanche da manhã: 6 biscoitos integrais + 10 castanhas + 1 fruta.

Lanche da tarde: 20 amendoins + 1 tapioca c/ queijo e frango.

Almoço/Janta: Estrogonofe de frango + arroz e feijão + salada + 1 laranja.

Dia 2

Café da manhã: 1 tapioca c/ frango e queijo + 1 copo de leite c/ cacau.

Lanche da manhã: 1 fruta + 1 fatia de pão c/ pasta de amendoim.

Lanche da tarde: 3 torradas c/ queijo + iogurte c/ granola.

Almoço/Janta: macarronada de atum c/ azeitonas e milho + salada + azeite + 1 tangerina.

Dia 3

Café da manhã: omelete de 2 ovos e frango + 1 copo de suco.

Lanche da manhã: 5 castanhas + 1 fatia de pão c/ queijo.

Lanche da tarde: vitamina de abacate c/ 2 colheres de aveia.

Almoço/Janta: almôndegas ao molho de tomate + feijão + batata doce + salada + 2 rodelas de abacaxi.

Colesterol Alto

bandeja com legumes indicado para combater triglicerídeos baixo

Uma má alimentação também pode causar um aumento do colesterol. No caso de colesterol alto, é necessário baixar o LDL (“mau colesterol”) e aumentar o HDL (“bom colesterol”), por meio de uma alimentação saudável e exercícios físicos.

Alimentos para melhorar o colesterol alto:

  • Aveia;
  • Soja;
  • Leite e iogurte desnatados;
  • Frutas (com casca);
  • Verduras e legumes (ervilha, lentilha, feijão e grão-de-bico);
  • Queijos magros (minas, ricota e cottage);
  • Frango;
  • Peixe;
  • Azeite;
  • Sementes de linhaça.

EVITAR:

  • Queijos amarelos;
  • Manteiga;
  • Creme de leite;
  • Frituras;
  • Carnes vermelhas;
  • Bacon;
  • Carne de porco;
  • Salsicha;
  • Presunto;
  • Leite e derivados integrais;
  • Fígado e miúdos.

http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/semic/article/view/18284

http://www.scielo.br/pdf/abc/v80n2/p05v80n2.pdf 

 

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *